logo

O Homem da Forca

  • Home
  • /
  • Catálogo
  • /
  • O Homem da Forca
pdf Veja por dentro
  • Autor
  • Coleção
  • ISBN 9789896688134
  • PVP 18.79 € (IVA incluído)
  • preço fixo até
  • 1ª Edição fevereiro de 2020
  • Edição atual 1
  • Páginas 264
  • Apresentação capa mole
  • Dimensões 150x225x19,8 mm
  • Disponibilidade
    Disponível
  • Onde comprar

«Jackson escreve sobre subúrbios familiares e aprazíveis, cujo âmago é venenoso.»  - Bustle

Natalie Waite está de partida para a universidade, afastando-se enfim de um pai omnipresente e manipulador e da memória de um terrível acontecimento que guarda em segredo. Magra, nervosa e maníaca, Natalie anseia obsessivamente por um recomeço, longe do ambiente familiar hostil. Contudo, num campus enredado em episódios misteriosos e figuras grotescas, os demónios de Natalie continuam a atormentá-la, o fosso entre aquilo que ela é, ou procura ser, e aquilo que os outros vêem, ou esperam ver nela, torna-se intransponível. Assim, apelidada de sinistra e louca, alvo de troça e escrutínio, Natalie refugia-se num mundo da sua própria criação até conhecer Tony, que lhe oferece a promessa de uma vida nova para lá dos limites da cidade.

Originalmente publicado em 1951, O Homem da Forca é uma das primeiras obras de Shirley Jackson, mestre da ficção gótica e do suspense. Neste romance de formação sobre uma rapariga no limbo entre o racional e o irracional, Jackson alia o terror do thriller psicológico às subtilezas da comédia negra para retratar o medo existencial, a solidão e a consciência de si.

«Shirley Jackson é ímpar na criação de tremores silenciosos, crescentes e excecionalmente bem escritos.» - Dorothy Parker

«Uma autora brilhante no estilo e na observação, na agudeza de espírito e na forma.» - Times Literary Supplement

 

Shirley Jackson (1916–1965) é considerada uma das mais influentes escritoras norte-americanas. 

Herdeira da grande tradição do gótico americano, iniciada com Edgar Allan Poe, teve uma vida curta, deixando, porém, uma obra que a consolidou como uma das grandes personalidades literárias do século xx. 

Obteve imediato êxito e fama com a publicação, em 1948, do conto A Lotaria (Cavalo de Ferro, 2019), o qual, à época, dividiu opiniões e suscitou acesas polémicas.

Ao todo, escreveu 55 contos; e, da sua obra, destacam-se ainda os romances Sempre Vivemos no Castelo (Cavalo de Ferro, 2010) e A Maldição de Hill House (Cavalo de Ferro, 2018), este último adaptado várias vezes para cinema e televisão, mais recentemente pela Netflix.

Livros publicados


A Lotaria e Outras Histórias

    Um dos contos mais famosos da história da literatura norte-americana. Uma autora que está entre os grandes mestres da Literatura.

    A Maldição de Hill House

      A Maldição de Hill House é um dos mais perfeitos exemplos do terror e do suspense em literatura. Fonte de inspiração para nomes como Stephen King e Guillermo del Toro.

      Sempre Vivemos no Castelo

        Último romance publicado pela autora, considerado uma obra fundamental da literatura norte-americana, «Sempre vivemos no castelo» narra-nos a história da extravagante família Blackwood, ou do que dela restou.