logo

Mrs. Dalloway

  • Home
  • /
  • Catálogo
  • /
  • Mrs. Dalloway
pdf Veja por dentro
  • Autor
  • Coleção
  • ISBN 9789895643592
  • PVP 14.39 € (IVA incluído)
  • preço fixo até
  • 1ª Edição julho de 2021
  • Edição atual 1
  • Páginas 208
  • Apresentação capa mole
  • Dimensões 150x225x15,7 mm
  • Disponibilidade
    Temporariamente Esgotado na Editora.
    Outras Lojas

Virginia Woolf considerou Mrs. Dalloway, publicada em 1925,  a sua grande obra. Fascinante e insubmissa, trouxe-lhe agonia durante o processo de escrita, mas também propiciou uma descoberta: em cada uma das personagens, Woolf escava maravilhosas galerias das quais extrai precisamente o que quer ― humanidade, humor, desespero; galerias essas que depois se unem e iluminam no momento presente de uma festa de fim de dia.

 

«Que sinto eu sobre os meus escritos? ― este livro, ou seja, As Horas, se é que terá este título? Devemos escrever com base num sentimento profundo, dizia Dostoiévski. E eu escrevo? Ou invento com palavras, amando-as como as amo? [Neste livro] Quero mostrar vida e morte, sanidade e insanidade; quero criticar o sistema social e revelar o seu funcionamento, em toda a sua intensidade.» — in Diário [19 de Junho de 1923], Virginia Woolf

 

Longa jornada para a vida; para Londres; para um dia de Junho, Mrs. Dalloway é um dos romances mais conhecidos de Virginia Woolf e uma obra-prima do Modernismo, que ajudou a inaugurar. A autora quis que este livro, de forma e estilo tão singulares, fosse uma reflexão sobre a loucura e o suicídio; o mundo visto pelos sãos e pelos insanos, lado a lado: pela anfitriã Clarissa Dalloway e pelo seu contraponto, o veterano de guerra Septimus Warren Smith.

 

Um dos romances mais famosos de Virgina Woolf, adaptado ao cinema.

Nova tradução de Frederico Pereira.

 

Nascida em Londres, em 1882, Virginia Woolf é um dos nomes maiores da literatura mundial. 

Membro do Grupo de Bloomsbury, onde se juntavam nomes como John Maynard Keynes ou E. M. Forster, foi figura proeminente do modernismo inglês, autora de algumas das obras mais lidas e aclamadas em todo o mundo, entre as quais se contam Mrs. Dalloway, As Ondas, Rumo ao Farol ou Orlando, assim como fundadora da Hogarth Press, editora que publicou, entre outros, T. S. Eliot ou Gertrude Stein. 

Sofrendo durante toda a sua vida de problemas relacionados com depressão, acaba por se suicidar, em 1941.

 

Livros publicados


Orlando: uma Biografia

    Nova tradução, fiel ao texto original, que repropõe a essência deste e recupera as suas ilustrações.