logo

Manhã e Noite

  • Home
  • /
  • Catálogo
  • /
  • Manhã e Noite
  • Autor
  • Coleção
  • ISBN 9789895641895
  • PVP 14.39 € (IVA incluído)
  • preço fixo até
  • 1ª Edição novembro de 2020
  • Edição atual 1
  • Páginas 112
  • Apresentação Capa mole
  • Dimensões 150x225x8,4 mm
  • Disponibilidade
    Disponível
  • Comprar

À venda a 02 de novembro.

Um menino está prestes a nascer ― chamar-se-á Johannes como o avô e será pescador como o pai. Uma vida boa, é esse o desejo de quem o traz ao mundo, embora este seja um mundo duro, ruim e cruel. Um homem, velho e sozinho, morre ― chama-se Johannes e foi pescador. É o seu melhor amigo que o vem buscar rumo a esse destino onde não há corpos nem palavras, apenas tudo aquilo que se ama. Antes do regresso definitivo ao nada, Johannes revisita o museu da sua vida, longa, simples e quotidiana, confrontando-se paulatinamente com a morte num constante entrelaçamento de real e alucinação, passado e presente.

Manhã e Noite é um romance sobre o maravilhoso sonho que é viver e a aceitação do ciclo natural das coisas. Numa linguagem poética e elíptica, inovadora e despojada, Jon Fosse condensa toda uma existência em dois momentos-chave, urdindo uma reflexão encantatória sobre o significado da vida, Deus e a morte.

 

Autor multipremiado, com destaque para o Prémio Internacional Ibsen, o Prémio Europeu de Literatura e o Prémio de Literatura do Conselho Nórdico .

 

≪Jon Fosse foi comparado a Ibsen e a Beckett, mas a sua obra e muito mais do que isso. Em primeiro lugar, apresenta uma intensa simplicidade poetica.≫ - The New York Times

 

≪Fosse e um mistico cuja linguagem da vida a natureza, um poeta cuja voz faz a prosa cantar.≫ - Dagbladet

Jon Fosse é um dos mais importantes e celebrados autores vivos. Nasceu em 1959, em Strandebarm, no Oeste da Noruega, e vive atualmente numa residência honorária situada nas propriedades do Palácio Real de Oslo, chamada ≪Grotten≫, bem como em Hainburg, Áustria, e em Frekhaug, Noruega.

Escritor e dramaturgo prolífero, estreou-se em 1983 com o romance Raudt, svart [Vermelho, preto], tendo recebido vários prémios ao longo da sua carreira, entre os quais o Prémio Internacional Ibsen, o Prémio Europeu de Literatura e o Prémio de Literatura do Conselho Nórdico. A sua extensa obra, traduzida em mais de quarenta línguas, inclui romance, teatro, poesia, livros para crianças e ensaio.