logo

Histórias de Cronópios e de Famas

  • Home
  • /
  • Catálogo
  • /
  • Histórias de Cronópios e de Famas
pdf Veja por dentro
  • Autor
  • Coleção
  • ISBN 9789896685362
  • PVP 15.49 € (IVA incluído)
  • preço fixo até
  • 1ª Edição julho de 2019
  • Edição atual 1
  • Páginas 136
  • Apresentação capa mole
  • Dimensões 150x225x10,2 mm
  • Disponibilidade
    Disponível
  • Comprar

«A capacidade de Cortázar para nos apresentar os objetos de perspetivas estranhas, como se os tivesse acabado de inventar, proporciona ao leitor uma experiência única.» - Time

«Uma imaginação literária de elite.» - The New York Times Review of Books

«Os famas são os que embalsamam e catalogam as recordações, que bebem à colherada a virtude com o único propósito de se reconhecerem cheios de vícios, aqueles que, se têm tosse, deitam abaixo um eucalipto em vez de comprarem os rebuçados peitorais Dr. Bayard. Os cronópios são aqueles que ao lavar os dentes à janela espremem todo o conteúdo do tubo só para verem esvoaçar grinaldas de pasta dentífrica cor-de-rosa (...) quando se deparam com uma tartaruga, desenham-lhe uma andorinha. (...) A criação mais feliz e absoluta de Cortázar.» - Do prefácio de Italo Calvino

«A capacidade criativa do autor atira-nos exactamente para esse território das situações menos comuns, onde o que às vezes importa é a escrita e os sonhos que ela transporta para defronte dos nossos olhos.» - Fernando Sobral, Jornal de Negócios

Nova tradução de Isabel Pettermann

Julio Cortázar (1914 - 1984), escritor argentino, é considerado um dos autores mais inovadores e originais do seu tempo. Mestre no conto e na narrativa curta, a sua obra é apenas comparável a nomes como os de Edgar Allan Poe, Tchékhov ou Borges.

Deixou igualmente romances como O Jogo do Mundo (Rayuela), que inauguraram uma nova forma de fazer literatura na América Latina, rompendo com o modelo clássico mediante uma narrativa que escapa à linearidade temporal e onde as personagens adquirem uma autonomia e uma profundidade psicológica únicas.

Livros publicados


Desoras

    Último livro de contos de Julio Cortázar, inédito em Portugal, Desoras culmina de forma brilhante a carreira de contista deste nome incontornável da literatura mundial.

    As Armas Secretas

      Volume que inclui vários contos sobre os derradeiros dias de vida do músico Charlie Parker, que o próprio autor considerou ser um dos momentos de definição da sua carreira.

      Os Prémios

        O primeiro romance publicado de Cortázar, inédito em Portugal, e que antecipou O Jogo do Mundo: Rayuela.

        Octaedro

          O Octaedro de oito contos publicado originalmente em 1974 é um dos livros mais representativos e celebrados de Cortázar, em que a audácia estilística se equipara ao desafio constante perante os determinismos e previsibilidade da vida quotidiana.

          Aulas de Literatura - Berkeley, 1980

            Um livro imprescindível, uma porta de entrada para a literatura e para o universo de um dos seus maiores autores.

            Bestiário

              Bestiário é o primeiro livro de con­tos de Julio Cortázar e um dos marcos da carreira deste autor e da moderna literatura.

              Final do Jogo

                Volume de dezoito contos até hoje inédito no nosso país, Final do Jogo é um dos livros mais celebrados pelos leitores de Julio Cortázar.

                Gostamos Tanto da Glenda

                  Gostamos tanto da Glenda, originalmente publicado em 1980, e até hoje inédito no nosso país, contém alguns dos mais famosos contos escritos por Julio Cortázar.

                  Papéis Inesperados

                    Festejado como um acontecimento editorial pela crítica e pelos amantes em todo o mundo da obra de Cortázar, Papéis Inesperados é uma deslumbrante colecção de textos inéditos e dispersos.

                    A Volta ao Dia em 80 Mundos

                      Uma das obras fundamentais e incontornáveis de Julio Cortázar, inédito até hoje em Portugal.

                      O Jogo do Mundo - Rayuela

                        Considerado o romance que melhor retrata as inquietudes e melhor resume o século xx na visão latino-americana do mundo.

                        Todos os Fogos o Fogo

                          Julio Cortázar demonstra, uma vez mais, a sua enorme mestria em (con)fun­dir passado e presente, sonho e realidade, criando ambientes ficcionais únicos.